A família é sagrada. Foi instituída por Deus como a célula mater da sociedade. A Célula Mãe é o padrão. Nossa sociedade reflete em seu dia a dia o que acontece no núcleo familiar diariamente. Se a família vai bem, a cidade irá de bem a melhor. Se a família estiver ruim, a cidade pior estará.

"A disciplina e a repreensão dão sabedoria, mas a criança deixada solta causa vergonha à sua mãe"   Provérbios  29.15

Os sinais de declínio da família são abundantes e evidentes à nossa volta: divórcios, revolução sexual desmedida, abortos, esterilizações, delinqüência juvenil, infidelidade, homossexualidade, feminismo radical, banalização dos lares pelos pais solteiros, pessoas sem noção alguma.
 

A desintegração da família é triste. Os desajustes, as brigas, separações, afastamentos, são muito tristes. Alguns extremos são observados vez ou outra, como violentos abusos ou até mesmo assassinatos. A família pede socorro, calada. Chora sem lágrimas, sorri forçada, angustia-se quieta, como que em um desespero silencioso.

 

Nosso maior medo é que a família acabe de uma hora para outra. Tememos que vire peça de museu, onde podemos visitar e ver como é que era. Nos assombramos em não conseguir retornar aos moldes antigos, onde cada familiar visitava um ao outro, onde se partilhavam as refeições, os sonhos, os anseios, compartilhavam a vida por completo.

"Livrem-se de toda amargura, indignação e ira, gritaria e calúnia, bem como de toda maldade"   Efésios 4.31

Ficamos assustados pela possibilidade de não resistirmos a todas essas pressões internas e externas. Podemos todos sucumbir, numa orquestra maligna, em que todos os lares em conjunto são destruídos por mentiras. Tememos, mas não desistimos. Resistimos.

Buscaremos a Verdade, a Palavra, a oração e o jejum. Faremos a nossa parte com fé em Deus. O SENHOR acredita na família. Jesus veio e viveu na Terra em uma família e deu o exemplo de que ela é a melhor instituição humana para se viver, rir, chorar, cantar, amar e ser amado.

 

"Sejam bondosos e compassivos uns para com os outros, perdoando-se mutuamente, assim como Deus perdoou vocês em Cristo"  Efésios 4.31

O centro do equilíbrio em Deus é a família. Portanto, ame sua família, com o foco sempre nos caminhos celestiais. Nenhuma família será completa enquanto Cristo não for membro dela. Na família, temos o local ideal para cultuar ao SENHOR, estudar as Sagradas Escrituras, orar e se fortalecer na fé. Deus quer abençoar nossas famílias e é hora de aceitar Sua presença conosco.

Graça e paz.