A maior parte das nossas vidas é consumida pelo trabalho, e isto não é ruim, a princípio. O problema é que, junto com o serviço, vem também um certo grau de insatisfação, aborrecimentos causados pelo ambiente de exercício laboral, ou até mesmo pelos nossos colegas de expediente que enchem a paciência, algumas vezes.

Nos enganamos ao pensar que o trabalho é nossa fonte de sustento, pois de fato não é. A fonte do nosso sustento esta no Senhor. Deus é a fonte. Nosso ofício é apenas instrumento.

Pesquisas constatam que um homem comum muda de emprego a cada 4 anos e meio. Já as mulheres, transladam de ocupação a cada 3 anos, em média. Todas essas transformações bruscas geram alto estresse. A procura de um novo emprego traz ansiedade, frustrações acompanham malefícios gradativos como ansiedade, inquietação, exaustão e depressão.

"O Senhor Deus colocou o homem no jardim do Éden para cuidar dele e cultivá-lo"   Gênesis 2:15

Agora, quando observamos o que as Sagradas Escrituras ensinam sobre trabalho, a perspectiva muda um pouco, para não dizer totalmente. O trabalho veio antes do pecado entrar na mente humana. Deus já havia instituído o trabalho, quando colocou o homem no Jardim. Depois da queda o esforço tornou-se mais difícil, foi ai que ficou pesado e cansativo. 

O trabalho é importante para nós, as pessoas se beneficiam muito dos seus frutos. Deus nos dá o que fazer como um mandamento. Em Êxodo 34.21, por exemplo, o Senhor nos diz "Trabalhe seis dias [...]", quase a totalidade da semana. Isso não é a toa, o serviço vem dos céus para nos abençoar, precisamos de ocupação para comer e viver, assim Deus faz. 

Obviamente, também devemos relaxar ás vezes. Ainda em Êxodo 34.21, Deus nos indica "Trabalhe seis dias, mas descanse no sétimo". Notem que a maior parte do esforço é para produzir e não para dormir! 
Paulo é muito claro quanto a isso em 2Tessalonisenses 3.10

"[...] se alguém não quiser trabalhar, também não coma".

Não querer serviço é triste, gente preguiçosa não merece nem uma luz acesa iluminando suas cabeças. Já aqueles que não podem trabalhar deverão receber ajuda dos fortes e sadios que tem a possibilidade de empreender esforço laboral. Deus nos da toda a habilidade profissional necessária para exercermos nossas funções, devemos ser gratos por isso e honrar ao Senhor.

"É Deus quem julga: Humilha a um, a outro exalta"   Salmos 75.7

Um grande propósito quanto ao trabalho é desenvolver o caráter do produtor. Toda profissão honesta é digna, desde as mais simples até a mais técnica, difícil e especializada. Enquanto o pedreiro constrói a casa, ao mesmo tempo a edificação eleva a vida do profissional, que adquire experiência e amadurece com todo o esforço empregado naquela construção.

Pensamos de maneira equivocada que temos o controle do sucesso e do progresso profissional. Apenas o Senhor tem o controle de tudo. Concede forças para levantarmos da cama, permite sucesso em nossas atividades, generosamente nos concede prosperidade e com misericórdia tem o poder de nos promover. Glórias à Deus eternamente!

Graça e paz.